Que sejas muito mal vindo!

Que sejas muito mal vindo

Sim, é isso!Se aqui chegaste, ninguém te obrigou. O tempo que que tens em mãos faz-te fazer o uso errado do mesmo. O lugar do tempo é no presente e, de certo, que poderás dar um uso bem mais narcisista às mãos que tens.
Dito isto, segue-se a apresentação e o propósito do blog.Assim dita o procedimento cibernáutico.
Ora bem, proponho-me então a escrever sobre tudo e sobre nada numa periodicidade bastante ou nada periódica sobre temas vastamente concretos.
Proponho-me ainda a alertar consciências.Duas em particular: a minha muito consciente e a minha muito insconciente.Ambas dão ares da sua graça várias vezes por dia em dosagens limitadas ao stock existente.
Fui claro. Espero que não!
Porque afinal, se os outros podem…